Escola Municipal Prof. Oswaldo Cabral

30 de set de 2010

| | |
Projeto Poemas




Escola Municipal Professor Oswaldo Cabral
Diretora: Jamile L. S. Kostetzer
Supervisora: Débora R. S. De Oliveira
Título: Projeto Poemas
Alunos Envolvidos: 5º Ano 4 – Vespertino
Professora Responsável: Lucia Chaves Balestrin
Professor Sala Informatizada: André Luis M. P. Pimentel
Período De Realização:  Julho – Agosto – Setembro


Justificativa
Poesia é a arte de criar imagens, sugere emoção por meio de uma linguagem em que se combinam sons, ritmos e significados ( pode haver poesia em uma música, uma obra de arte, um poema, um texto, um filme).Quando se fala em poema, estamos tratando da obra, do próprio texto.Com este projeto os alunos irão identificar estas e muitas outras características que são próprias dos poemas e muitas vezes e que os alunos precisam saber identificar.

Objetivos


Conhecer as características do poema: rimas, versos e estrofes.
Ampliar o repertório do alunos com a apresentação de novos poemas.
Valorizar a cultura da comunidade.
Apresentar a situação de produção.         
Desenvolver a oralidade.

Desenvolvimento:
1ª Oficina
Nesta oficina os alunos pesquisaram em casa e escreveram as poesias que eles conheciam. Em grupo, os alunos escolheram algumas poesias, declamaram e depois colocamos no mural.

2ª Oficina
Passei a poesia no quadro “A poesia tem tudo a ver”, os alunos copiaram e  analisaram  a poesia. Em grupo os alunos escreveram em tiras de papel, todas as características de uma poesia. Eles pensavam que uma poesia só falava de amor.

3ª Oficina
Os alunos escreveram uma poesia com o tema “O lugar onde vivo”.Expomos no mural..

4ª Oficina
Nesta oficina foi lido o texto o Cantador e foi proposto aos alunos fazer em um caderno de poesia. O cantador é um texto poético. Também foi passado o filme “Alice no país das Maravilhas”


5ª Oficina

Escutamos um CD vários poemas consagrados da literatura brasileira. Depois preparamos a sala para um sarau. Alunos do 7º ano declamaram, do 5º anos, Seu Ademir da secretaria e um aluno do 4º ano. Professora declamou uma poesia de frutas com adivinha. Preparamos a sala, e no final distribuímos pirulito. Os alunos escolheram poemas nos livros para declamar em forma de teatro, em grupo e individual.

6ª Oficina
Leitura do poema “Duas dúzias de coisinhas à toa que deixam a gente feliz” de Otavio Roth. Cada aluno escreveu uma frase com rima com o tema acima proposto, depois escrevemos um texto coletivo.

Algumas coisas que deixam criança feliz
Pirulito no circo, criança com bico, aula sem agito.
Olhar para o céu, comer pão com mel, usar chapéu.
Escovar os dentes, sempre com pasta de dente, ser sorridente.
Sentar no chão, no pano de chão, e abanar a mão.
Cheiro de canela, olhar pela janela, brincar de novela.
Tocar violão, comer mamão, soltar balão.
Ganhar coisas do padrinho, cutucar ninho de passarinho, casa cheirando pinho.
Dois patos no mar, tentando nadar, escrever até terminar
Produção coletiva
5º ano “4” – Professora Lucia

7ª Oficina
 Nesta oficina criamos quadras com rimas, aliteração e repetição de versos.

8ª Oficina

Nesta oficina trabalhamos com acróstico. Cada aluno escreveu um poema com o seu primeiro Nome
Pequena
Alegre
Um dia em fui...
Livre, leve
Agora em sou.

.
9ª OFICINA
Identificamos as  comparações, imagens e metáforas.
O Leão
Leão! Leão! Leão
Rugindo como o trovão
Deu um pulo, era uma vez
Um cabritinho montês.
Leão! Leão! Leão!
És o rei da criação!
Tua goela é uma fornalha
Teu salto uma labareda
Tua garra, uma navalha
Cortando a presa da queda.
Vinícius de Moraes

Os alunos copiaram os poemas e juntos identificamos as metáforas.

A  Porta


Eu sou feita de madeira
Madeira, matéria morta
Mais não há coisa no mundo
Mais viva do que uma porta
Eu abro devagarinho
Pra passar o menininho
Eu abro bem com cuidado
Pra passar o namorado
Eu abro bem prazenteira
Pra passar a cozinheira
Eu abro de supetão
Pra passar o capitão.
Só não abro pra essa gente
Que diz (a mim bem me importa...)
Que se uma pessoa é burra
É burra como uma porta.
Eu sou muito inteligente!
Eu fecho a frente da casa
Fecho a frente do quartel
Fecho tudo nesse mundo
Só fico aberta no céu!

Vinícius de Morais

1 - Quem é o narrador? Quem é autor?
2 - Ao falar dela mesma a porta diz que tem duas características e não concorda com algumas carcterística que algumas pessoas dão para ela?
a) Qual é a características  que algumas pessoas dão para ela. R.Burra
b) Quais as carcterísticas que a porta acha que ela tem. R.Viva e inteligente.
3 - O antônimo de Viva e burra.
4 - Marque o sentido da palavra destacada: “Eu abro bem prasenteira” (brava), (triste e preocupada) (alegre e simpática).
5 - Por que será que a porta fecha tudo nesse mundo? (último parágrafo)
6 - Por que será que a porte vive aberta no céu?

10ª Oficina
Para esta oficina estudamos poemas sobre a terra natal de diferentes autores.Para desenvolver esta etapa, foram lidos os poemas Cidadezinha e Milagre no Corcovado e também  foram lidos poemas dos livros da biblioteca da escola.

11ª Oficina
Produzimos um poema coletivo com o tema homenagem para ilustrar a página inicial do nosso livro de poemas.
 Homenagem

Somos como pássaros
Observamos nossas  necessidades,
Colhemos  sabedoria
Construímos conhecimento
Estamos, a todo o momento,
 Buscando os encantos do nosso  ofício.
E são nestas páginas
Que podem ser lidas
Uma singela amostra
Que é oferecida a todos
Com diferentes versões
Escritas com carinho
E  gratidão.
Obrigada por ler!

5º ano 4 

12 ª Oficina
Esta oficina foi uma tarefa: Em casa, os alunos observaram e escreveram algumas características que eles acham interessantes, do lugar onde eles vivem.
13ª Oficina
Produção dos poemas individuais com o tema – O lugar onde vivo. Alguns alunos  usaram este tema como título e outros modificaram o título.
14ª Oficina
Revisão e digitação na sala informatizada.
Considerações finais
Este projeto ampliou muito o conhecimento dos alunos sobre poemas. Apesar de que todos os alunos já haviam entrado em contato com este tipo de leitura e escrita na escola, mesmo assim foi uma oportunidade de explorar de maneira mais detalhada a riqueza de  características que este tipo de texto apresenta.

Referências Bbibliográficas
Livro – Caderno do Professor – Orientação para produção de textos.
Poetas da Escola – 3ª Edição

1 comentários:

Anônimo disse...

Muito legal as oficinas que voces fazem achei bem show